A plataforma de brand journalism da Ovo Comunicação

Contrate-nos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Um brinde ao seu patrimônio

Você já ouviu falar de Passion Investments? É uma tese de investimentos ligada à paixão, ligada a decisões que seguem seu coração e emoção

Quem me conhece, sabe que eu tenho um paladar meio infantil. Logo, não posso dizer que sou um frequente bebedor de vinhos.

Então, acredite, se o assunto desse Diário de Bordo é vinho, então é porque tem algo que realmente me chamou atenção nisso nos últimos meses.

Você já ouviu falar de Passion Investments?

É uma tese de investimentos ligada à paixão, ligada a decisões que seguem seu coração e emoção. Um investimento que traz, ao mesmo tempo, diversificação e potencial de retorno. Nessa lista entram arte, relógios, joias, cavalos, selos, carros e vinhos, entre outros.

O cuidado e o segredo para não quebrar o coração — e o bolso — está em transformar essa paixão em um processo formal e estruturado de investimento para evitar fraudes, custos ocultos e outras dores de cabeça.

Foi pensando nisso que nos juntamos ao Oeno Group, especialista no mercado de vinhos finos baseado em Londres, para transformar essa paixão em uma real oportunidade de investimentos. Depois de mais de seis meses de muita conversa e suor, na última segunda feira (06), tivemos o evento de lançamento do nosso primeiro e quase que inédito fundo de vinhos de luxo.

Nos encontramos em um restaurante em São Paulo com mais de 100 pessoas, entre amigos, clientes e conhecedores, para degustarmos alguns dos melhores e mais finos vinhos do mundo. Tive o prazer de curtir a experiência de apreciar um bom vinho com os ensinamentos do renomado mestre de vinhos Justin Knock. Começamos com uma taça de champagne Dom Perignon, 2012. Depois uma taça do californiano Philip Togni Estate Cabernet Suavignon, 2016. A terceira taça foi da Toscana: um Argiano Brunello di Montalcino, 2016. E fechamos com o espanhol Benjamin Romeo Contador, 2017.

Como falei, não sou nada entendido desse assunto, mas confesso que sai de lá querendo aprender mais e fazer parte dessa comunidade. Minha esposa ficou feliz e com certeza vai me cobrar isso!

Ontem (quarta, 08) o evento foi no Rio. O charme do Copacabana Palace, famoso por receber celebridades de todos os cantos do mundo, deu um ar ainda mais cool ao evento. Uma experiência, de novo, maravilhosa.

Reforcei nesses eventos o que já sabia sobre vinhos. Não é só uma bebida, é um estilo de vida, uma paixão que, uma vez que te cativa, você não larga mais, vira uma companhia para uma vida toda.

Aprendi que não existe vinho bom ou ruim, caro ou barato, existe o vinho que agrada seu paladar e é atrás dele que você tem de ir. É aquela uva daquela região que te dará prazer em apreciar uma boa refeição ao lado de seus familiares e amigos.

Ouvi uma analogia do Justin Knock que exemplifica muito bem isso. Essa essência do vinho, essa conexão, é como se fosse um perfume. O seu pode não agradar a outra pessoa, mas dificilmente você o trocaria, porque ali tem uma conexão, tem algo que te agrada que não te faz trocar. Tem a sua personalidade nele, você se reconhece naquele aroma e é assim também com o vinho. Não se trata de preço ou rótulo, mas sim de você, apenas você.

Voltando aos investimentos, no exterior, aplicar seu dinheiro em ativos alternativos é uma realidade e um ótimo aliado em momento de incerteza. São ativos reais que, de alguma forma, conseguem se valorizar em momentos de inflação significativa, como o que estamos enfrentando não só no Brasil, como no mundo.

As garrafas de vinhos de luxo têm sua peculiaridade.

Elas não podem ser produzidas em qualquer vinícola. Elas não podem ser produzidas em larga escala, são estoques limitados em regiões bem específicas, principalmente na Europa. Isso sem falar dos problemas climáticos que afetam as produções mundo afora.

O interessante é que o preço do vinho está diretamente ligado ao número de milionários pelo mundo. Um exemplo legal que podemos dar é da ascensão de milionários na China. Isso fez com que o preço das garrafas de luxo disparasse. Qual a explicação? Simples, com o número de pessoas com poder aquisitivo elevado crescendo e o número de garrafas permanecendo praticamente o mesmo, não há escapatória. É um dos mais simples exemplos da lei de oferta e demanda. Cada vez mais pessoas consomem um produto que tem uma oferta muito limitada. Consequência? O preço deve continuar subindo.

Quer confirmar essa tese? Olhe o gráfico abaixo, publicado pela The Economist. Ele mostra o comportamento de vários índices de diferentes tipos de vinho ao longo dos últimos 20 anos. A linha mais escura mostra o índice Liv-Ex 100. Observe ele em comparação com o S&P500…

Lembra que eu falei que o segredo para evitar ressaca ou dor de cabeça estava no processo e estrutura?

Para isso, montamos um fundo local que vai acessar um veículo no exterior, no qual, junto com a equipe da Oeno, vamos escolher quais os melhores vinhos para compor o portfólio.

As garrafas têm cotação na Liv-Ex (a bolsa londrina de vinhos) e contam com altíssima liquidez no mercado secundário.

Pelas regras da CVM, o fundo por enquanto é restrito para investidores profissionais, porque o veículo no exterior é sediado nas Ilhas Cayman. Portanto é preciso ter uma certificação reconhecida pela CVM e/ou possuir mais de R$ 10 milhões em aplicações para poder investir.

Para conhecer mais sobre esse inovador fundo, visite nosso site, faça um brinde ao seu patrimônio e invista nessa apaixonante ideia.

Eleições começando a incomodar?
Não sou muito de falar sobre esse assunto. Até porque o mercado financeiro parecia não estar dando muita bola para isso. Mas essa semana, há alguns sinais de que o cenário pode estar mudando e isso vem influenciando os mercados. A Bolsa está em queda essa semana e a curva de juros pressionada para cima.

Primeiro, a divulgação de uma pesquisa eleitoral de uma importante corretora do país foi cancelada repentinamente, levantando dúvidas sobre o resultado e o método.

Na última terça, durante o evento da Spectra, gestora de fundos de private equity e venture capital que está no nosso FoF Melhores Fundos, tive a oportunidade de ouvir o ex-presidente Michel Temer.

Por mais de uma hora, ele defendeu parte dos seus feitos enquanto comandante do país, em particular a Reforma Trabalhista e o Teto dos Gastos. Justamente nesse mesmo dia pela manhã, os jornais do país divulgaram parte do plano de governo do candidato Lula ameaçando atacar esses dois pilares da economia brasileira.

E por fim, outro assunto que está dominando as notícias da semana, é o projeto de isenção de impostos sobre combustível que o governo está defendendo. Sem entrar no mérito se a motivação é eleitoral ou não, o fato é que a medida fragiliza o cenário fiscal.

Seguimos atentos.

Mudanças no Ethereum
A rede Ethereum passará por uma atualização nos próximos meses para a Ethereum 2.0.

Tem quem considere a atualização como o maior evento importante da história do mercado de criptomoedas, desde o próprio surgimento do Bitcoin e do Ethereum.

As principais promessas dessa nova atualização do Ethereum são: reduzir consideravelmente as taxas cobradas para transacionar na rede e redução do tempo de confirmação das operações. Todavia, essa reformulação está sendo feita em etapas para não comprometer a rede durante todo esse processo. Em resumo: quando todas essas mudanças se concretizarem, a plataforma solucionaria seus principais gargalos em uma só tacada.

Nessa semana a rede concluiu mais uma das etapas de teste com sucesso, o que é muito positivo para a rede e para o mercado como um todo.

Fumaça branca vindo da China
Algum alento com sinais positivos para o setor de tecnologia, em especial de games, vindo da China. Sempre com o olhar para o longo prazo.

As autoridades chinesas aprovaram cerca de 60 novos jogos de vídeo game, o que já trouxe um melhor desempenho para as ações de empresas do setor. Um dos índices de tecnologia chegou a se valorizar mais de 9% e, desde março de 2021, já mostra performance acima de seu movimento médio.

Esses são os primeiros sinais de uma possível flexibilização no setor, após a queda ocorrida no ano passado. Até rumores sobre a volta do IPO da Ant Financial, cancelado no final de 2020, começaram a circular no mercado. O nosso fundo Tech Games investe em ações de empresas nesse setor e no longo prazo pode aproveitar esses movimentos do mercado.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email