A plataforma de brand journalism da Ovo Comunicação

Contrate-nos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

StartSe homenageia 10 empreendedoras na 2ª edição do prêmio “Mulheres do Agora”

Seleção é inspirada em mulheres que fortaleceram ecossistema de inovação no último ano

A StartSe, plataforma de conhecimento da nova economia, acaba de divulgar os nomes das 10 empreendedoras agraciadas com a 2ª edição do prêmio “Mulher do Agora”. A honraria homenageia mulheres que contribuíram ao longo das suas trajetórias – e em especial no último ano – com o fomento do ecossistema de inovação, o que inclui o estímulo à liderança feminina e à diversidade no mundo corporativo.

De acordo com Isabella Pugliesi, sócia e head de comunidades e eventos, e Lara Nardy, head de inovação da StartSe, a lista formada por dez mulheres reúne importantes nomes de vários segmentos econômicos, levando em conta suas trajetórias profissionais, impacto e participação em temas relacionados à diversidade e inclusão. “São mais de 100 anos, mais precisamente 136, o tempo para a humanidade alcançar a igualdade entre homens e mulheres no mundo corporativo. Homenagear essas mulheres é acelerar esse processo e reconhecer a importância delas nele para o empreendedorismo brasileiro”, diz.

A 2ª edição do prêmio “Mulheres do Agora” tem entre as homenageadas Ana Fontes, fundadora da Rede Mulher Empreendedora; Ana Paula Bogús, VP da Havaianas Brasil; Silvia Vilas Boas, CFO LatAm Natura & CO; Beatriz Bottesi, head de Marketing do Facebook, Instagram e Whatsapp; Paula Bellizia, presidente de global payments da Ebanx; Camila Salek, fundadora da Vimer Retail Experience; Luana Génot, fundadora e diretora executiva ID_BR; Gleidys Salvanha, diretora de negócios de varejo do Google; Caroline Moreira, diretora executiva e fundadora da Negras Plurais e Fernanda Weiden, CTO na VTEX.

Realidade de mulheres no mercado de trabalho

Em pesquisa sobre liderança feminina, a StartSe, em parceria com o Opinion Box, empresa de pesquisa de mercado, mapeou os principais desafios para as mulheres no mundo corporativo. Após entrevistas com 783 mulheres líderes, o estudo constatou que as mulheres enfrentam muitos bloqueios que retardam a chegada em posições estratégicas de liderança, seja pela falta de suporte ou até mesmo networking. “Para se ter uma ideia, 1 a cada 3 mulheres diz que tem noção de onde querem chegar, mas não sabem como”, explica Lara Nardy, que foi responsável pelo report.

A pesquisa, concluída em agosto passado, analisou os desafios da gestão feminina em quatro diferentes pontos de vista: barreiras mentais, carreira, habilidades e suporte das empresas. “Nós descobrimos que 52% das entrevistadas já evitaram falar das conquistas por receio de parecerem vaidosas ou orgulhosas demais. Há também o dado de que 46% também sentem dificuldade em lidar com o estereótipo que ‘mulheres são muito emocionais’”, revela.

Confira a pesquisa na íntegra aqui.

Relacionadas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email