A plataforma de brand journalism da Ovo Comunicação

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Bat mitzva do Bitcoin e o medo da inflação!

Se o assunto tem sido maioridade, quem também está comemorando sua maioridade juvenil é o Bitcoin, que em 31 de outubro completou 13 anos

No Diário de Bordo passado, eu te falei da Semana do Investidor 3.0, que celebra o “Bat Mitzva”, ou seja, os 12 anos, da “menininha” Empiricus, como disse Felipe Miranda na live de abertura na segunda.

A programação tem sido intensa, com conteúdo de primeiríssima qualidade sobre mercados, investimentos e atualidades. Espero que você esteja acompanhando e gostando.

Para mim, muitos dos eventos têm significados especiais. Explico.

empiricus

Ouvir o Eduardo Gianetti é sempre mágico. Além da clareza e profundidade das suas ideias, sua didática me remete aos tempos da faculdade, quando ele foi meu professor e orientador.

Outra live que me trouxe boas e árduas lembranças foi a conversa do Rodolfo com o Terrace Odean, um dos papas dos estudos de Behavior Finance. Quando estudei em Stanford, me aprofundei bastante nos seus textos, em particular seus estudos sobre Disposition Effect ou a tendência dos investidores de segurar por muito tempo seus investimentos com prejuízo e vender cedo demais seus investimentos com ganho.

A Larissa Quaresma, analista da equipe que inspira o Carteira Universa e que é a idealizadora da carteira Oportunidades ESG, entrevistou o Morgan Housel. Ele é autor do livro A Psicologia Financeira. Você já sabe que eu gosto bastante dele, escrevi um Diário de Bordo só sobre o livro. Vale a leitura e vale também assistir ao bate-papo dele com a Larissa se você quiser entender um pouco mais sobre como funciona a psicologia do dinheiro nesse universo dos investimentos e também na vida.

(Além disso, quem fez a tradução simultânea das lives de inglês para português foi a minha querida mãe, fera! Que também corrige sempre meu português nos Diários de Bordo.)

Outra live imperdível foi a conversa do Felipe Miranda com Pedro Malan, Gustavo Franco e Edward Amadeu. Os três eram parte da equipe que tocava a economia brasileira na mesma época em que eu me formei na faculdade de Economia e começava a trabalhar. O Brasil implementava o Plano Real buscando derrubar o dragão da inflação que assolava o país.

A conversa foi justamente em torno do cenário global e local, que volta a ficar preocupante com a subida da inflação lá e aqui.

Aliás, ontem saíram os dados de inflação dos Estados Unidos e o resultado surpreendeu: 0,9% em outubro. Já a alta nos últimos 12 meses foi de 6,2%. É um número muito alto e que influencia todo o cenário global.

Quem também falou sobre os desafios do cenário atual foi o André Jakurski, fundador da JGP. Felipe e eu gravamos o #RadioCash desta semana com ele, ao vivo. Ele também está preocupado com a inflação, lá fora e aqui. Mesmo receoso com o Brasil, André enxerga oportunidades criadas pela queda da Bolsa, como no setor financeiro e os grandes bancos.

André receita cautela com o atual momento global dizendo que é difícil prever como a normalização das políticas monetárias e a redução dos estímulos irão impactar os mercados. Ainda assim, diz que não há bolha enquanto os resultados em geral continuarem vindo muito fortes e as condições financeiras estiverem frouxas.

Minha participação termina hoje, no fim da tarde, quando eu e Bruno Mérola vamos entrevistar o Márcio Verri, CEO e fundador da Kinea, e o Rubens Henriques, sócio fundador da Clave Capital. Vamos falar sobre a indústria de fundos. Eu já estou com minhas perguntas prontas sobre isso e sobre o mercado e o cenário atual. Analisando o posicionamento dos fundos de ambas as casas, percebemos que há certa cautela com o cenário de lá de fora. Vale a pena conferir. Ainda dá tempo de se inscrever. Clique aqui.

O Kinea e o Clave têm fundos que estão dentro dos nossos FoF Melhores Fundos, FoF MF Multimercados, FoF MF Retorno Absoluto e FoF MF Novas Ideias. Além disso, os fundos de ambas as casas estão disponíveis na nossa prateleira com cashback.

E, se o assunto tem sido maioridade, quem também está comemorando sua maioridade juvenil é o Bitcoin. Em 31 de outubro, comemoramos os 13 anos do Bitcoin. Nessa data, em 2008, Satoshi Nakamoto (a identidade secreta do “criador” do Bitcoin) mostrou ao mundo suas ideias com a publicação do “WhitePaper” que revolucionaria o conceito que hoje chamamos de blockchain, que foi o que permitiu o funcionamento do algoritmo da criptomoeda.

Para comemorar o seu “Bar Mitzvá”, a criptomoeda bateu mais um recorde nesta semana, atingindo o preço de 69 mil dólares. O Ethereum, outro criptoativo, também está nas suas máximas. O sentimento do mercado é de que isso vai continuar. O mercado parece bem mais maduro dessa vez do que no fim em 2017, com presença institucional muito mais forte.

Aqui na Vitreo, a “Semana das Criptomoedas” também foi intensa. Hoje, no fim do dia, o Guto Belchior vai conversar com o Fabricio Tota do Mercado Bitcoin. Ainda dá tempo de conferir o conteúdo. Temos bastante ofertas exclusivas. Amanhã é o último dia.

E lembra da campanha sobre a qual falei na semana passada acerca de transferência de ativos por meio da STVM? Continua valendo. Você pode ganhar até um Iphone 13 novo! Ao transferir de R$ 100 a R$ 500 mil, é R$ 500 reais de bônus na sua conta, e o prêmio vai aumentando… tudo depende do valor da sua transferência. Tem gente que já está de iPhone novo!

E se prepara que vem mais promoção por aí neste mês…

Leia o Diário de Bordo na íntegra:  clique aqui. 

Clientes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Clientes