Jojo Wachsmann: Ser mãe é padecer no paraíso

Com direito a inconfidências, memórias e “papo” sobre a subida dos juros, um feat entre o CIO da Vitreo e aquela que o colocou no mundo  

Por Jojo Wachsmann, sócio-fundador e CIO da Vitreo.

O Diário de Bordo de hoje será um pouco diferente do habitual, mas será por um ótimo motivo: terei aqui a participação especial da minha mãe.

Como você deve saber, domingo agora, 9 de maio, é o Dia das Mães. E, com isso em mente, eu e a minha equipe de conteúdo decidimos que este Diário de Bordo merecia a participação estelar da dona Lilia Wachsmann. Provavelmente você não sabe, mas por muito tempo ela foi a pessoa responsável pela revisão do que escrevo aqui para você semanalmente.

Minha mãe trabalha como Intérprete de Conferências e Tradutora Juramentada. Por isso, além de ser minha mãe (rsrs), ela tem total autonomia e conhecimento para corrigir meus textos. Afinal, você merece ler o melhor conteúdo que eu possa expressar nestas linhas; além do mais, ela não toleraria erros de português nelas, certo?

Bom, hoje é ela quem será estrela principal, com o poder de escrever o que quiser. Prometo que não a censurei em nenhuma linha sequer. E olha que ela trouxe histórias e fotos que podem ser entendidas como “comprometedoras”.

Olá, sou a mãe do Jojo!

Para mim, “ser mãe é padecer no paraíso”, como diz o ditado popular. Fui abençoada com um super filhão, o Jojo que hoje vocês já conhecem.

Criá-lo foi superfácil! O danadinho foi uma criança dócil, obediente, aluno exemplar, que só me deu alegrias. E agradeço a Deus por continuar a dá-las…. Nem me lembro de ter-me preocupado com seus deveres de casa, suas provas, ele sempre os tirou de letra. Não me deu grandes sustos, ainda que isso não me tenha impedido de me preocupar sempre, até hoje, quando não posso mais controlar seus horários de chegada…. Até hoje me pego “imaginando” o horário em que ele “deve” ter chegado em casa. Moramos na mesma rua, mas infelizmente não consigo ver a entrada da garagem de seu edifício. Seria bem mais tranquilizador se pudesse!

Ele não era um garotinho bobinho, sossegado. Pelo contrário. Seu primo mais velho, que morava no mesmo edifício, o iniciou em todas as traquinagens. Ninguém se esquece do dia em que, começando a dar seus primeiros passos, saiu empurrando seu carrinho dobrável na Praça Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, até cair direto dentro do laguinho imundo e cheio de bactérias. Talvez isso já fosse um sinal das grandes andanças, intelectuais ou físicas, que ele iria percorrer.

O carrinho da aventura

Jojo nos deu muitas alegrias com suas realizações. Além disso, nos presenteou com o que de melhor a vida pôde nos dar – dois netos maravilhosos que são a alegria de minha vida e do Ernesto, a quem ele dedica sua atenção e com quem compartilha seus conhecimentos e suas vivências.

Não vou ficar elogiando meu filhão adorado, como o chamo, pois vocês já o conhecem. Aproveito para desejar a todas as Mães, neste nosso dia, que elas também sejam abençoadas por filhos que, cada um à sua maneira, lhes deem alegrias e muito orgulho.

Obrigada, Jojo, pela alegria e pela bênção de ser sua mãe!

Dia das mães

Entrada da Locaweb no Ibovespa

Neste mês de maio, o Ibovespa ganhou dois novos integrantes: os nossos parceiros do Banco Inter e da Locaweb, empresa de um grande amigo, Cláudio Gora ou, simplesmente, “Gorinha” para os mais íntimos.

A Locaweb foi fundada em 1998 e tem os dois pés plantados no setor de tecnologia. Sua entrada aumenta o ganho de importância desse segmento na Bolsa brasileira, o que me alegra muito.

Fico feliz em acompanhar de perto o crescimento pessoal e profissional do Cláudio Gora frente ao grupo Locaweb.

Também confesso que fiquei um pouco nostálgico ao ver fotos antigas. A fotografia pode nos levar a alguns lugares aonde queremos ir novamente.

É como uma viagem em uma “máquina do tempo”.

Na foto abaixo, estou com a minha mãe e com o Gorinha. Ainda me recordo daquela época com riqueza de detalhes.

E, como você pode perceber, antes de o mercado financeiro entrar na minha vida, eu era privilegiado com esta bela cabeleira — e sem qualquer fio branco!

Jojo na juventude

Resultado das Empresas (EUA)

Os últimos dias foram agitados no mercado internacional, com muitas empresas apresentando seus resultados do primeiro trimestre de 2021. Vale a pena destacar as big techs americanas que apresentaram resultados muito acima das expectativas de Wall Street.

Alphabet (Google), Microsoft, Apple e Amazon são algumas que se destacaram e também fazem parte do MAM, o nosso fundo que replica a tese do João Piccioni, da Empiricus, na série “As Melhores Ações do Mundo”.

Gostei demais de gravar as aulas da série gratuita “O Rally do 4 de Julho”.

Especialmente porque a minha mãe se interessou pelo conteúdo e pôde aprender um pouco mais sobre a economia americana; ela entendeu quão grande é o movimento que está vindo na economia dos EUA.

Live Carteira Universa

Na quarta-feira, dia 5, tivemos a nossa tradicional live do Carteira Universa, que ocorre sempre na primeira quarta-feira de cada mês.

Eu estava acompanhado pelo meu fiel escudeiro Kiki, além do brilhante time da Empiricus, representado por Felipe Miranda, Fernando Ferrer e pela nova integrante do time, Larissa Quaresma.

O objetivo desse encontro mensal vai muito além da “simples” prestação de contas. Queremos nos aproximar de vocês e responder todas as suas dúvidas sobre o Carteira Universa.

Não há no mercado um time de gestores com um compromisso tão forte e transparente quanto o nosso com todos os cotistas e, também, com quem deseja entrar no fundo e quer saber mais detalhes antes de investir de fato.

Essas lives são os nossos pontos de encontro com você. Por isso é tão importante você participar AO VIVO desses bate-papos. Combinado?

Bom, em um pouco mais de 2 horas de live abordamos diferentes temas.

Obviamente, falamos sobre a performance do Carteira Universa no mês de abril, que mostrou a superioridade do fundo em relação ao CDI: 2,43% contra 0,21%.

Ou seja, o Carteira Universa rendeu, em abril, o mesmo tanto que o CDI entregaria em 11 meses (hipoteticamente, considerando a rentabilidade do mês).

Além disso, falamos sobre a recuperação da renda variável brasileira, os resultados das big techs e tudo o que estamos planejando para buscar bons resultados para você no Carteira Universa.

#umfundopordia

Nesta semana, tivemos oito novidades na nossa prateleira, sendo quatro na de previdências e quatro na de fundos. A maioria dos produtos possuem cashback.

Verde AM Long Bias utiliza a união da análise fundamentalista com a macroeconômica para investir majoritariamente em ações, por meio do seu fundo investido. No entanto, os gestores também podem atuar nos mercados de câmbio e renda fixa. Sua taxa de administração é de 2% ao ano e a de performance de 20% sobre o que exceder o Ibovespa. Com cashback, a expectativa é que as taxas fiquem em 1,932% ao ano e 17,32% sobre o que exceder 100% do Ibovespa.

Já o Clave Alpha Macro utiliza a análise macroeconômica para montar posições direcionais e relativas nos mercados de juros, moedas e ações, por meio do seu fundo investido. Sua taxa de administração é de 2% ao ano e a de performance de 20% sobre o que exceder 100% do CDI. Com cashback, a estimativa é que as taxas fiquem em 1,985% ao ano e 18,66% sobre o que exceder 100% do CDI.

Também com abordagem macroeconômica, o ARX Macro atua, pelo investimento em seu fundo investido, nos mercados de juros, moedas, ações no Brasil e no exterior e crédito soberano. O fundo cobra taxa de administração de 2% ao ano e de performance de 20% sobre o que exceder 100% do CDI. Com cashback, a estimativa é que as taxas fiquem em 1,731% ao ano e 15,98% sobre o que exceder 100% sobre o CDI.

Em crédito privado, o Quatá Prass investe em direito creditórios e é destinado a investidores qualificados. A taxa de administração é de 0,4% ao mês.

Na prateleira de previdência, o Athena Icatu Previdenciário 70 é um plano com estratégia long only, que possui taxa de administração total de 1,8% ao ano. Com cashback, a estimativa é que a taxa fique em 1,67% ao ano.

Az Quest RV Prev Icatu também investe em renda variável pela união da análise fundamentalista com a macroeconômica. Sua taxa de administração total é de 1,86% ao ano e a estimativa é que ela fique em 1,79% ao ano com cashback.

Já o Occam Icatu Prev é um multimercado que investe nos mercados de ações, juros, inflação e câmbio. Sua taxa de administração total é de 1,95% ao ano. A estimativa é que a taxa fique em 1,89% ao ano com cashback.

Por fim, o AZ Quest Prev Icatu Conservador investe em renda fixa com gestão ativa e foco no longo prazo. Sua taxa de administração é de 1% ao ano.

Vale (debêntures)

Muita gente está de olho nas debêntures participativas da Vale (CVRDA6).

Existentes desde 1997, quando da privatização da companhia, as debêntures participativas ganharam destaque com o aumento de sua liquidez porque a União e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) venderam seus papéis no mercado secundário no início de abril.

Agora com mais liquidez, os títulos são desejados por muitos investidores, principalmente por serem perpétuos e terem sua remuneração associada à mineração da Vale – com a alta dos preços das commodities, o fluxo de caixa para os debenturistas se tornou bastante interessante (fluxo gerado em dólar, ainda que os ativos sejam detidos em reais).

A Vitreo é a única plataforma do mercado que negocia essas debêntures para o varejo por um valor mínimo de R$ 15 mil e diretamente (sem precisar contactar um assessor ou uma mesa).

Pergunte ao Jojo

Pergunta da minha mãe:

Joquito,

Com a subida da taxa básica de juros pelo Banco Central, desencadeando todas as subidas decorrentes, aonde isso vai parar??? Aumentam os juros, os preços tendem a subir… E aí ninguém mais segura…!

Mãe, calma aí, não é nada disso!

Os juros estão subindo, e vão continuar subindo, porque eles estavam muito baixos e até mesmo abaixo do que o mercado enxerga como juros neutros para o Brasil, que é alguma coisa na faixa de 6% a 6,50%.

Além disso, nós estamos vendo uma alta da inflação. A subida de juros é, justamente, para tentar segurar esse movimento.

O problema é que o Banco Central está dizendo que ele NÃO vai subir tudo o que deveria subir. Então, a gente vai continuar convivendo com juros reais negativos, que é a diferença entre: juros da Selic (que o COPOM determina) menos a inflação. E aí, se isso de fato acontecer, provavelmente a pressão sobre a inflação vai continuar.

Então, esses são os próximos capítulos em que vamos ficar de olho!

Feliz Dia das Mães, mãe!

Muito obrigado por tudo!

Leia o Diário de Bordo na íntegra: clique aqui.

Deixe uma resposta