Bexs Banco fecha parceria com Preme Pay, fintech facilitadora de pagamentos internacionais

pagamento facilitados para o exterior

O Bexs Banco, especializado em pagamentos internacionais, acaba de unir esforços à Preme Pay, fintech que oferece métodos de pagamentos globais e que atualmente está sediada na Inglaterra.

Os parceiros permitirão que empresas estrangeiras expandam suas vendas no mercado nacional e ampliem o acesso de brasileiros aos serviços e produtos do exterior. A colaboração entre as duas instituições financeiras tem foco nos setores de recorrência, como games, streaming e softwares as a service (SaaS).  

Com a solução, os parceiros conectam duas frentes do mercado. De um lado, garantem às empresas brasileiras que importam uma solução simples, ágil e econômica e, de outro, asseguram às companhias estrangeiras que exportam, com apoio legal e contábil, a possibilidade de alcançar os brasileiros de forma eficiente e sem a necessidade de investirem no Brasil. 

A economia na tarifa cambial pode chegar em até 27%, enquanto o pedido de saque pode ser compensado no mesmo dia ou no máximo no dia seguinte. Além disso, oferecerem um produto digital focado na experiência do usuário que consegue duplicar a taxa de conversão dos seus clientes.

“A demanda constante de brasileiros que buscam por serviços e produtos do exterior também poderá ser suprida por meio da solução da Preme Pay que, sem burocracias, taxas de adesão ou taxas escondidas, desenvolveu um método que remove os detalhes desnecessários das operações financeiras e, com o apoio do Bexs, dinamiza a venda online, sem a preocupação de recorrer a processos manuais para calcular as operações cambiais”, observa Luiz Henrique Didier Jr, CEO do banco digital de pagamentos internacionais. 

A parceria deve, ainda, ser ampliada no primeiro semestre de 2021 para atender empresas exportadoras do Brasil.

“Enxergamos o Bexs como um parceiro e um braço direito que pode nos ajudar a alavancar o nosso negócio. Queremos oferecer às empresas brasileiras a oportunidade de terem um método de pagamento facilitado para venderem ao exterior, como também viabilizamos empresas de mais de 120 países a venderem em território brasileiro, oferecendo métodos de pagamento locais como PIX, boleto e crédito parcelado”, conta o fundador e CEO da Preme Pay, Pablo Klein, que aposta num crescimento de 513% no faturamento da companhia neste ano. 

“Conquistamos credibilidade porque acreditamos na experiência do usuário. Garantimos economia de tempo e dinheiro e cobramos apenas por transações realizadas, sendo possível cancelar a compra a qualquer momento”, reforça Klein.

A plataforma desenvolvida pela fintech possui um chat com tradução automática, que elimina a necessidade de contratação de um agente que fale português, e possui ainda ferramentas de segurança, com dados criptografados e certificações específicas, que sustentam a confiabilidade na solução de pagamento.

Nenhum pensamento

Deixe uma resposta