A plataforma de brand journalism da Ovo Comunicação

Contrate-nos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Jojo da Empiricus

A Vitreo sempre foi Empiricus Investimentos e o Jojo da Vitreo, agora é o Jojo da Empiricus

Certa vez, durante uma entrevista, um jornalista me perguntou qual era o diferencial da Vitreo.

A pergunta buscava uma explicação para o crescimento da Vitreo, que chamava a atenção do mercado à medida que atraía mais e mais clientes.

Pensei um pouco e respondi separadamente sobre cada uma das 3 áreas de negócios da Vitreo: a Gestora, o Wealth e a DTVM.

O diferencial da Gestora é explícito. Inspirado nos relatórios na Empiricus, a maior casa de research independente do Brasil, conseguimos trazer para os investidores inúmeras oportunidades de investimento. Hoje são mais de 85 fundos, muitos deles pioneiros. Arrisco dizer que se juntarmos a gestão da Vitreo com a análise da Empiricus temos uma das mais robustas equipes de gestão do país. Para você ter uma ideia, hoje investimos em mais de 800 ativos distintos, provavelmente um recorde entre todas as gestoras do país. Se você me acompanha nos últimos anos, já deve ter ouvido eu dizer que a Vitreo é a impressora 3D da Empiricus. Aqui damos vida às ideias que estão em seus relatórios.

O diferencial da área de Wealth é muito parecido. Oferecer aos clientes um serviço de gestão de patrimônio alinhada com um modelo de remuneração transparente e com o suporte do time de gestão da Vitreo e da força da análise da Empiricus é, sem dúvida, uma proposta muito atraente. Não por outro motivo, em pouco mais de 1 ano, mais de 100 clientes já contrataram os nossos serviços de Wealth.

A resposta sobre o diferencial da DTVM é dupla. Na DTVM você encontra, com facilidade, a maioria dos produtos recomendados pela Empiricus, como se fosse uma “loja” dos produtos indicados. É também uma corretora ágil, moderna, sem custo de corretagem, com linguagem simples. E a Vitreo DTVM é assim, porque foi construída seguindo exatamente o modelo que a Empiricus sempre pregou em seus relatórios quando analisava as plataformas do mercado. Se você conhece o mercado imobiliário, já deve ter ouvido falar em “built-to-suit”. Assim é a Vitreo, ela foi criada para atender a lista de exigências que a Empiricus criou para seus clientes.

Se você leu com atenção os parágrafos acima, deve concordar comigo que, se eu tivesse que resumir tudo em uma só palavra, o mínimo denominador comum, o diferencial da Vitreo é, e sempre foi, a Empiricus.

Quer mais algumas indicações disso?

Em outubro de 2020, em um Diário de Bordo intitulado “Expectativa/Realidade” quando contava sobre a união da Vitreo com a Empiricus, eu fui bem claro ao dizer que a Vitreo “nasceu com uma clara sinergia com a Empiricus”.

Em maio do ano passado, em outro Diário de Bordo intitulado “O sonho aconteceu”, eu contei como a Vitreo, ao menos para mim, “havia nascido” após um almoço com o Felipe Miranda, em 2017.

Ouvi atentamente as dores que os assinantes da Empiricus tinham para conseguir executar as recomendações contidas em seus relatórios, e, buscando resolvê-las, rascunhamos A Vitreo. “Ele obcecado em levar as melhores ideias de investimento para o investidor pessoa física e eu querendo democratizar o acesso às melhores oportunidades de investimento”.

Bom, mas por que estou trazendo essa conversa, hoje?

Porque nesta semana, em matéria amplamente divulgada na mídia, anunciamos que, em breve, vamos consolidar nossas marcas em uma só marca: Empiricus Investimentos.

Essa marca engloba o research, a gestora, a corretora e o serviço de Wealth Management.

Como disse acima, a ideia de unir Vitreo e Empiricus buscava formar uma estrutura que oferecesse uma alternativa material ao monopólio das indicações conflitadas, desalinhadas do real interesse do cliente.

Como todos sabem, precisávamos de uma empresa que permitisse ao investidor uma experiência fechada, toda dentro de casa, passando pela informação, análise, recomendação e execução, sem que o investidor voltasse ao ambiente conflitado para implementar essa experiência. Haveríamos de chegar até o “last mile”, para evitar que, novamente, mesmo munido de informação, o investidor voltasse a ser corrompido ao ouvir o canto da sereia.

A Empiricus é vista como uma voz independente, uma empresa que tem a coragem de falar.

A opinião independente da Empiricus, sustentada exatamente pelo assinante, é a essência de nossa credibilidade.

A Empiricus apresentou e promoveu novas experiências neste mundo. Mais eletrizantes.

Uma rebeldia que desafia o status quo, convidando a desmontar um mercado financeiro fechado e corporativista.

A Empiricus Investimentos é isso: uma casa completa, robusta, orientada pelo maior e melhor research voltado à pessoa física do Brasil, minimizando a todo tempo o conflito de interesses, e oferecendo acima de tudo taxas e produtos verdadeiramente adequados ao cliente.

Antes de terminar, vale um recado. Após o anúncio, algumas pessoas me perguntaram, diretamente ou pelas mídias sociais, como ficam as coisas com essa mudança, o que eu vou fazer, ou até se eu continuo por aqui.

Podem ficar sossegados. Eu continuo aqui. Eu, o Kiki, todo o time de gestão, o Monteiro e o time de Wealth, o Dani e os incansáveis do back-office, o Guto como porta-voz da gestora, o Mallet e o time da renda Fixa, o Marcel e o time de RV, assim como todo o nosso time.

Tenho certeza de que para você, que me acompanha nessa jornada nos últimos quase 4 anos, nada disso é surpresa … a Vitreo sempre foi Empiricus Investimentos e o Jojo da Vitreo, agora é o Jojo da Empiricus.

Clientes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Clientes