A plataforma de brand journalism da Ovo Comunicação

Contrate-nos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Investimentos de Private Equity e Venture Capital superam os R$ 11 bilhões no primeiro tri

Aportes em companhias brasileiras cresceram 8,4% na comparação com o mesmo período de 2021

Os aportes dos fundos de Private Equity e Venture Capital em empresas brasileiras alcançaram R$ 11,6 bilhões no primeiro trimestre deste ano, valor 8,4% superior aos R$ 10,7 bilhões investidos no mesmo período do ano passado. O crescimento foi impulsionado pelos recursos aplicados pelos fundos de Private Equity. Os dados são de pesquisa trimestral realizada pela KPMG e a Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital (ABVCAP).

Nos três primeiros meses deste ano, os aportes em Private Equity foram de R$ 5,2 bilhões, alta de 173%, com destaque para os investimentos no setor financeiro. Já em Venture Capital, o volume foi de R$ 6,4 bilhões, uma queda de 27% em relação ao mesmo período de 2021.

“Os números indicam que os investimentos feitos pelos fundos de Private Equity voltaram a patamares relevantes. Já aqueles oriundos de venture capital, ainda que em menor valor do que o registrado no mesmo período de 2021, continuam altos. Ambos se solidificam como motores de investimentos e aquisições no mercado brasileiro”, afirma o sócio-líder de Private Equity e Venture Capital da KPMG no Brasil, Roberto Haddad.

As empresas de tecnologia ligadas aos setores financeiro e de seguros (FinTechs e Insurtechs) receberam 25% dos investimentos dos fundos de venture capital no primeiro trimestre do ano. Já as Healthtechs, startups do setor de saúde, ficaram com 13% dos aportes enquanto as Retailtechs, do setor de varejo, responderam por 10% dos recursos.

“O volume de negócios fechados é animador, assim como o crescente interesse dos investidores internacionais. Mesmo que estejamos com muitos assuntos que trazem incertezas, como guerra, eleições, inflação, política local e internacional tensa, o movimento para investimentos no mercado nacional está intenso e confirma o dinamismo e a resiliência do ecossistema empreendedor brasileiro”, ressalta o presidente da ABVCAP, Piero Minardi.

2021 registrou recorde de investimentos

Os aportes dos fundos de Private Equity e Venture Capital em empresas brasileiras alcançaram R$ 53,8 bilhões em 2021, número 128% maior que os R$ 23,6 bilhões investidos em 2020.

Apenas no último trimestre do ano passado, a indústria de Venture Capital investiu R$ 13 bilhões em startups brasileiras, alta de 261% na comparação com a mesma época do ano anterior. Já os desembolsos dos fundos de Private Equity tiveram ligeira queda no período, passando de R$ 2,9 bilhões para R$ 2,8 bilhões.

Principais números (em R$ bi) do primeiro trimestre

Investimentos

Em bilhões em R$1ºT 20201ºT 20211ºT 2022
PE3,31,95,2
VC2,48,86,4
Total5,710,711,6

Setores de PE&VC com maiores números de empresas investidas

Setores% de empresas
Serviços Financeiros25%
TI17%
Saúde, Farmácia, Medicina e Estética12%

Setores de VC com maiores números de empresas investidas

Setores% de empresas
FinTech & InsurTech25%
HealthTech13%
RetailTech10%

Relacionadas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email