A plataforma de brand journalism da Ovo Comunicação

Contrate-nos

Programa de aceleração de startups da Panvel entra na fase final com 30 selecionadas

Comitê de inovação deve escolher de seis a oito startups para dar início ao programa em março

A primeira edição do Programa de Aceleração de Startups da Panvel já está na reta final da seleção. Entre 1.600 empresas, 244 foram escolhidas na primeira fase — 101 na área de saúde e bem-estar, 56 no pilar de experiência do cliente e 87 de inteligência operacional. Depois de avaliadas por especialistas, 30 delas foram convidadas a participar do Pitch Day, entre 16 e 18 de fevereiro, para apresentar suas propostas.

Cada um dos pilares propostos pelo Programa de Aceleração recebeu, então, 10 startups com ideias de soluções, modelos de negócios, time de sócios fundadores e propostas de valores e de como poderiam contribuir com o Grupo Panvel, bem como qual Smart Money o Grupo Panvel poderá contribuir no processo de aceleração dos seus negócios. São empresas de várias regiões do país — Sul, Sudeste, Nordeste e Norte. “Tivemos avaliadores especialistas em cada um dos pilares propostos que, junto com a diretoria do Grupo Panvel e com a Innoscience (consultoria de inovação), acompanharam as apresentações e tiveram a oportunidade de fazer perguntas e aprofundar as ideias de cada uma das jovens empresas”, explicou o Head de Inovação do Panvellabs, Fabio Toffoli Machado.

A partir dessas apresentações de ideias, de tecnologias e também da estrutura de cada empresa, um comitê de inovação fará a recomendação de quais startups são as mais indicadas para fazer parte do programa — devem ser escolhidas de seis a oito empresas no total. O programa tem início em março. “A recomendação e o convite para participação no Programa de Aceleração ocorre independentemente da área, ou seja, podemos ter mais empresas selecionadas numa das áreas, se acreditarmos que é mais pertinente neste momento”, explica o diretor de TI da Panvel, Alexandre Arnold.

O Programa de Aceleração de Startups, além de soluções para a Panvel, traz benefícios às comunidades, uma vez que investe na capacidade das startups, no seu desenvolvimento e no aprimoramento dos seus produtos.

A Panvel conta com mais de 500 lojas no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e São Paulo e deve chegar a 800 lojas até o final de 2025. Os investimentos em ecossistema de saúde, em ecossistema de inovação, em tecnologia e no aperfeiçoamento constante dos canais digitais, além da consolidação da estratégia de ESG, são alguns dos corredores de crescimento e estão alinhados à visão de futuro da empresa.