Por que o Brasil todo está apaixonado por Rayssa Leal

“Fadinha”, de apenas 13 anos, conquistou a medalha de prata no skate – e entrou para a história com seu carisma e talento

rayssa leal
Rayssa Leal conquistou a medalha de prata no skate street | Wander Roberto/COB

Uma menina de 13 anos tirou o sono do brasileiro na madrugada desta segunda-feira (26), mas foi por um bom motivo: a maranhense Rayssa Leal, do skate street, conquistou a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Tóquio. “Fadinha” é a mais jovem medalhista olímpica do Brasil em toda a história do evento. Listamos os motivos pelos quais estamos todos apaixonados por ela:

É uma fada sensata: “Podemos sonhar os mesmos sonhos que um menino” 

O porquê do nome “Fadinha”

Chora ao conhecer sua referência no esporte, Letícia Bufoni:

 
Acredita no sonho, cresce e disputa uma Olimpíada do lado da ídola: 

Cai nas graças do Tony Hawk, lenda do skate a quem chama de “Tonizinhu“.

Zera a vida do Galvão.  

Dança na cara da tensão.  

E com a adversária.  

Simplesmente voa.

Ganha medalha que orna com o aparelho.

É figuraça.

Inspira.

Vira post no LinkedIn.

Deixe uma resposta