A plataforma de brand journalism da Ovo Comunicação

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Vectis lança maior fundo imobiliário de renda residencial do Brasil

Vectis Renda Residencial Fundo de Investimento Imobiliário (VCRR11) já está disponível na Bolsa brasileira

Vectis Renda Residencial Fundo de Investimento Imobiliário (VCRR11) já está disponível na Bolsa brasileira

imovel vectis

A Vectis Gestão, gestora do grupo Vectis Partners, lançou hoje o maior fundo de investimentos de renda residencial do Brasil. A proposta do “Vectis Renda Residencial” (VCRR11) é gerar renda para o investidor por meio da locação de imóveis, para períodos curtos.

Do portfólio do fundo, negociado na B3, constam unidades de quatro empreendimentos residenciais, já em construção. Foram adquiridos na esteira da primeira captação do novo produto, de R$ 200 milhões. Enquanto não se abre uma segunda, é possível comprar cotas no mercado secundário.

Com selo de qualidade Cyrela, os imóveis são de alto padrão, decorados e localizados em regiões de grande liquidez e demanda em São Paulo: Moema/Ibirapuera e os arredores da Avenida Paulista. Assim, podem atender a um público variado, para os mais diversos fins.

Fardo comum aos proprietários, a tarefa de encontrar inquilinos e cuidar da administração ficam a cargo do Charlie, plataforma de tecnologia voltada para a gestão e locação de ativos. Para promover os imóveis, a empresa usa seus próprios canais e plataformas como Booking e Airbnb. “O fundo traz mais praticidade e tranquilidade ao investidor, pois o livra de dor de cabeça e eventuais prejuízos”, diz Laercio Boaventura, sócio-fundador e gestor de portfólios da Vectis Gestão.

Aberto para todos os perfis de investidor e com aplicação mínima de R$ 100, o VCRR11 garante renda de 8% ao ano ao longo dos primeiros 36 meses, fase de desenvolvimento do empreendimento. “A partir do quarto ano, o produto buscará o retorno-alvo de 10% ao ano na estabilidade”, afirma o executivo. Ou seja, não há inquilino? Sem problema: não se fica de mão vazia.

Clientes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Clientes