Com pandemia ainda em curso, Neon dá assistência psicológica a colaboradores

Serviço pode ser utilizado a qualquer hora por funcionários da fintech e seus parentes de primeiro grau, de forma anônima  

Fintech Neon

Medo de ser demitido. De faltar dinheiro. De adoecer. De perder entes queridos. A Covid-19 aumentou o já elevado grau de tensão no mundo corporativo. Sobram relatos de quem, às voltas com a pandemia, teve o emocional abalado, muitas vezes drasticamente. Nesse cenário, empresas reforçaram os cuidados com seus colaboradores.  

Uma das principais fintechs do Brasil, a Neon acaba de lançar um canal para prestar atendimento psicológico não só ao seu quadro de funcionários, mas também aos parentes deles. Gratuito, funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.   

Por telefone, os usuários podem conversar com especialistas sobre saúde mental e finanças. “Sobretudo neste momento, em que é natural sentir insegurança, ansiedade e medo, cuidar da cabeça é crucial”, diz Juliana Yamada, sócia da empresa e VP de Pessoas, Estratégia e Dados.  

O serviço é oferecido por uma companhia parceira, a Auster, e garante o anonimato. Dados pessoais não são coletados. A Neon, contudo, terá acesso aos temas mais buscados e ao número de consultas, o que permitirá o desenvolvimento de outras ações voltadas ao bem-estar das equipes.    

Embora o atendimento a questões relacionadas à saúde mental seja realizado por psicólogos, o canal foi concebido para dar um suporte pontual, e não duradouro. Se necessário, os especialistas orientam o interlocutor a procurar tratamento adequado.  

Nesse caso, o funcionário pode acionar os serviços da Vittude, plataforma de terapia online também parceira da Neon. E, como os benefícios oferecidos pela fintech são flexíveis, é possível direcionar parte deles para o pagamento de terapia. 

Deixe uma resposta