A plataforma de brand journalism da Ovo Comunicação

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Bexs inova com solução envolvendo o Pix

Banco digital já realiza milhões de transações internacionais conectadas ao sistema de pagamento instantâneo do Banco Central, beneficiando clientes como TikTok, Avenue, Thunes e FanHero

Banco digital já realiza milhões de transações internacionais conectadas ao sistema de pagamento instantâneo do Banco Central, beneficiando clientes como TikTok, Avenue, Thunes e FanHero

Pioneiro em pagamentos digitais internacionais, o Bexs mais uma vez saiu na frente: desenvolveu a primeira plataforma do Brasil a conectar diversos serviços de pagamento internacional ao Pix. Os clientes do banco, entre os quais o aplicativo TikTok e a corretora Avenue, já fazem uso da novidade, a qual permite que transações entre fronteiras se liguem ao sistema de pagamento instantâneo do Banco Central, no regime 24 por 7 (a qualquer horário e dia da semana).

Em maio, mês em que o Bexs passou a disponibilizar a solução, mais de 75% das transações foram feitas dessa maneira, superando a TED, modalidade que até o final de abril era responsável por 100% das transferências intermediadas pela empresa. O volume de transações mensal saltou de 300 mil para 20 milhões.

“A surpreendente adesão que tivemos no primeiro mês de uso da ferramenta deixa claro que havia uma demanda represada por soluções capazes de facilitar o pagamento de transações”, afirma Luiz Henrique Didier Jr., CEO do Bexs Banco.

No caso do TikTok, os usuários da rede social são remunerados pelas visualizações de seus vídeos e lives ou mesmo pela recomendação do app a terceiros. Com a nova solução, e de posse de uma chave Pix cadastrada, eles conseguem receber esses depósitos com mais agilidade. Os pagamentos podem ser feitos 24 horas por dia, sete dias por semana.

Com relação à Avenue, corretora sediada em Miami e focada nos brasileiros, o Pix facilita as remessas de investimento e resgate, sem as restrições de dia e horário características da TED. Empresas como a Thunes, de pagamentos cross border, e a FanHero, de streaming, também usufruem dessa nova conexão de transações internacionais com o Pix.

“O Brasil tem um enorme potencial para adquirir produtos e serviços online, independentemente da origem deles”, diz Didier Jr. “Nesse universo, a barreira financeira sempre foi relevante. O Bexs já vinha estreitando essas distâncias, e, com a integração da nossa plataforma com o Pix, elas praticamente desaparecem: de forma rápida, as transações cruzam o planeta. E com a solução nós também integramos os não bancarizados, já que o Pix é uma modalidade inclusiva.” Segundo o executivo, a ideia agora é expandir o uso da plataforma, levando-a, em breve, a outros setores da economia.

Clientes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Clientes