A plataforma de brand journalism da Ovo Comunicação

Contrate-nos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

SVN compra Bravus e chega a R$16 bi sob assessoria

É a primeira aquisição do escritório no Paraná, que reforça posicionamento no mercado e está entre as maiores operações da XP

Com o objetivo de ganhar capilaridade e expandir os negócios, a SVN Investimentos acaba de anunciar a compra da Bravus, um dos maiores escritórios de investimentos de Londrina-PR. Com a aquisição, a SVN se consolida ainda mais no estado de sua sede, não apenas com líderes e agentes autônomos reconhecidos, mas com a base de clientes, cujo patrimônio assessorado soma R$1,5 bilhão. Com isso, a SVN passa a ter R$16 bilhões sob assessoria.

A aquisição é estratégica para o escritório paranaense que, além da capital Curitiba, possui unidades em Maringá, Londrina, Cascavel e Foz do Iguaçu, o que fortalece ainda mais a presença no estado, além das unidades de Goiânia (GO), Cuiabá (MT) e Campo Grande (MS). Para Felipe Bernardes, sócio-fundador da SVN, a aquisição vai ajudar no processo de expansão da empresa. “A aquisição da Bravus faz parte de um novo momento da SVN. A partir de agora, nós também vamos buscar esse crescimento inorgânico, adquirindo outros escritórios”, diz.

Fundado em 2018 por Fortunato Carvalho Junior, Gabriel Vansolini Soldado e Rafael Oliva Caliento, a Bravus era inicialmente formada por quatro assessores e dois estagiários. Hoje, conta com 60 assessores. “Decidimos nos juntar por acreditar que a SVN e a Bravus têm a mesma sinergia, a mesma cultura e que buscam as mesmas coisas”, ressalta Fortunato.

Para Virgínia Benetti, sócia e head de Private e Produtos, o passo é muito importante do ponto de vista do posicionamento. “Não tínhamos o hábito de fazer aquisições. Mas a incorporação da Bravus e do R$1,5 bilhão sob assessoria evidenciam que estamos com caixa, equipe capacitada e apetite de fazer acontecer e ganhar capilaridade”, afirma. Segundo Virgínia, a SVN já possui na equipe assessores vindos da Bravus e o resultado tem sido positivo. “Estamos muito confiantes com essa transição”, complementa.

Fundada em Maringá (PR), a SVN foi adquirida por Bernardes, em 2009. Para capitalizar o negócio, o executivo decidiu apostar na formação de um time de jovens assessores de investimentos já habituados com a cultura da empresa, cuja oferta de serviços já incluía no cardápio as principais operações de renda variável e renda fixa.

Alguns anos depois, Caio Copetti deixou de ser cliente para se tornar sócio. A expansão do negócio, segundo a dupla, teve como pilar a excelência no atendimento personalizado. Em 2017, a SVN entrou no seleto grupo dos 20 maiores escritórios parceiros da XP. Um ano depois, já com a filial em São Paulo, alcançou a marca de R$ 1 bilhão em patrimônio assessorado.

Ao inaugurar o escritório de Londrina (PR), a SVN ampliou o programa de partnership, o que foi fundamental para trazer profissionais gabaritados do mercado financeiro. Em 2020, ano da inauguração da filial de Curitiba, a casa já respondia pela assessoria de R$ 6 bilhões. Com as novas inaugurações do ano passado, rapidamente chegaram aos R$ 10 bilhões. Hoje, são quase 20 mil clientes ativos, com 210 assessores. O ticket médio é de R$ 800 mil.

Relacionadas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email