A plataforma de brand journalism da Ovo Comunicação

Contrate-nos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Empiricus e Vitreo abrem nova turma do curso de programação da Digital House para jovens de baixa renda

Primeira edição, em 2021, formou 25 profissionais, a maior parte deles recrutados para atuar na própria Empiricus

A Empiricus Research e a Vitreo abriram inscrições, pelo segundo ano consecutivo, para um curso de programação voltado para jovens de baixa renda. A casa de análise e a gestora fazem parte do grupo Empiricus, que engloba ainda os portais Seu Dinheiro e Money Times, além da startup Real Valor. A primeira edição do programa alocou a maior parte dos profissionais formados no próprio grupo. O projeto será realizado em parceria com a Digital House.

As aulas serão 100% online e ao vivo, no período noturno. O programa é voltado para jovens e adultos, com idade igual ou maior que 18 (dezoito) anos, com ensino médio completo, residentes no Brasil e apaixonados por tecnologia. Aqueles interessados nas áreas de investimento terão um diferencial, o programa busca pessoas que tenham três características principais: simplicidade, transparência e autonomia com responsabilidade.

Os candidatos não necessitam de nenhuma formação prévia na área da programação, basta inscrever-se pelo site e participar do processo. Não há taxa de inscrição. Inicialmente serão selecionados 50 candidatos dentro do perfil de estudantes jovens, com idade a partir de 18 anos, e de baixa renda. Na segunda fase, após as primeiras 40 horas de curso, entrevistas e a realização de um desafio online, o grupo será reduzido para 30 participantes.

As inscrições e testes de lógica já começaram e vão até 25 de abril. Os aprovados nessa fase iniciam um curso preparatório online em 27 de abril e tem até 11 de maio para concluí-lo. Depois tem de 12 a 15 de maio para responder ao desafio online: Os que passarem pelo desafio irão para a entrevista final, que ocorrerá entre 18 e 27 de maio. As aulas começam no dia primeiro de junho. Ao todo, o curso oferecerá 250 horas de aulas e deve durar cerca de sete meses.

“Tivemos uma experiência muito positiva com a realização da primeira turma do curso de programação. É positivo para o estudante, que vai se capacitar e provavelmente sairá empregado, e para nós, que vamos poder contar com um profissional qualificado em uma área que possui muita demanda”, destacou Thiago Veras, diretor de RH da Empiricus.

A Digital House vai transmitir aos alunos os conteúdos de duas trilhas de ensino: Java e Web Full Stack. “Essa parceria com a Empiricus nos traz mais uma oportunidade de proporcionar mudança na vida das pessoas por meio da educação. Trata-se da nossa contribuição para fazer com que mais pessoas sejam protagonistas das suas próprias jornadas.” explica Cristiano Santos, CGO – Chief Growth Officer da Digital House.

Um dos responsáveis pelo atual projeto é oriundo da primeira edição da formação. Guilherme Endrigo, 26 anos, foi contratado no ano passado e tornou-se o Tech Recruiter da empresa. Ele comentou a iniciativa de patrocinar a formação, que poderia custar mais de R$ 9 mil reais caso fosse bancada pelos próprios estudantes.

“O mercado para a área de programação é muito disputado, existe uma demanda por profissionais qualificados. Assim, nada mais justo que oferecermos uma formação focada em jovens de baixa renda e encontrarmos perfis que tenham conexão com a cultura da empresa”, destacou Endrigo.

Clientes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Clientes