A plataforma de brand journalism da Ovo Comunicação

Contrate-nos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

“Debate, efetivamente, não existirá sobre o orçamento de 2022″, diz economista-chefe da RPS Capital

Gabriel Leal de Barros participou do programa GloboNews em Ponto, apresentado por Elisabete Pacheco

A última semana de trabalho no Congresso Nacional foi o tema da participação de Gabriel Leal de Barros, economista-chefe da RPS Capital, no programa GloboNews em Ponto, apresentado por Elisabete Pacheco, na segunda-feira, 20 de dezembro.

O relatório final do Orçamento 2022 será votado pela comissão mista e, segundo Barros, o Congresso capturou essa decisão e vai utilizar esse curto espaço de tempo para aprovar outros penduricalhos, como o orçamento secreto. “Do espaço fiscal aberto pela PEC dos Precatórios, de aproximadamente R$ 120 bilhões, parte será canalizada para o Auxílio Brasil e o resíduo vai ser ocupado com esses vários recursos: emendas de relator, fundo eleitoral, reajuste para servidores e por aí vai. É uma situação que gera certa incerteza do futuro da política fiscal de 2022”, afirmou o economista-chefe da RPS Capital.

Para Barros, o debate sobre o Orçamento deveria ser prioridade no País e o ponto alto da democracia nacional pela importância de se decidir onde serão alocados o dinheiro público. “Debate, efetivamente, não existirá sobre o orçamento de 2022. Não pode ser feito de forma atabalhoada, aos 45 minutos do segundo tempo”, diz o economista. “Esse é um cavalo de troia. O Congresso se utilizou das pessoas socialmente mais vulneráveis para capturar o orçamento com despesas que só servem a interesses particulares. A sociedade não ganha com essas mudanças que estão sendo feitas.”

Um dos principais especialistas em contas públicas do Brasil, Gabriel Leal de Barros acrescentou que era possível pagar o Auxílio Brasil sem estourar o teto de gastos, como mostrou nesta carta escrita aos cotistas da gestora em meados de novembro.

Para assistir à integra da participação de Gabriel Leal de Barros, economista-chefe da RPS Capital no GloboNews em Ponto, clique no link abaixo: https://g1.globo.com/globonews/globonews-em-ponto/video/barros-era-possivel-pagar-o-auxilio-brasil-sem-romper-o-teto-de-gastos-10142769.ghtml

Clientes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Clientes