Corretora Avenue abre 70 vagas em tecnologia

Candidatos precisam dominar linguagens de programação; conhecimento sobre o mercado financeiro não é imprescindível

Após receber aporte de R$ 150 milhões do Softbank, a Avenue Securities abre novo processo seletivo, dando sequência ao seu plano de expansão. O foco agora é reforçar o time de tecnologia da informação. A corretora, com sede em Miami e escritório em São Paulo, vai contratar 70 profissionais, para trabalho remoto.

A procura é por desenvolvedores Back-end e Front-end, e engenheiros de DevOps e de garantia de qualidade, dos variados níveis de experiência. Para concorrer, é necessário dominar linguagens de programação típicas de cada uma das carreiras.

É imprescindível estar familiarizado com o setor financeiro? Victória Vitrio, diretora de pessoas da Avenue, responde: “Nem sempre os selecionados conhecem finanças. Se já souberem algo, isso é ótimo, para nós e para a vida deles. Mas, se não, tudo bem. Ensinar é parte da nossa cultura”.

Os salários oferecidos, que chegam a R$ 22 mil, são 30% maiores do que a média paga pelo mercado. Entre os benefícios estão plano de saúde com cobertura odontológica, seguro de vida, auxílio home office e vales como refeição e alimentação.

Quem entra na corretora recebe, no primeiro mês, US$ 100 adicionais aos vencimentos, como estímulo à abertura de conta. Tem também 75% de desconto no câmbio para operações de investimentos no aplicativo, e 24 corretagens grátis. O time de tecnologia conta ainda com incentivo à educação – reembolso mensal referente à compra de livros e participação em cursos e eventos.

Segundo Victória, essa é uma forma de incluir o funcionário no mundo dos investimentos. “Acreditamos, de fato, que todos podem se beneficiar do mercado financeiro. Se a gente diz isso ao nosso cliente, não faríamos diferente internamente.”

A abertura dos postos visa a dar suporte para o crescimento da empresa, hoje com US$ 1 bilhão sob custódia e mais de 300 mil contas abertas: “Nosso business é ancorado em uma tecnologia inovadora e, ao mesmo tempo, robusta. Como temos a meta de ter um milhão de clientes até o fim de 2022 – hoje, são 300 mil –, é fundamental captar bons profissionais dessa área”, afirma Victória.

Mais detalhes aqui.

Deixe uma resposta