Klavi recebe aporte liderado pela Iporanga

Startup de tecnologia e interpretação de dados já processou mais de 100 milhões de transações. Com o investimento – de R$ 6,5 milhões –, pretende triplicar a base de clientes até o final do ano

aporte iporanga klavi
Jae Lee (esq) e Bruno Chan, da Klavi

A Klavi, plataforma de open banking especializada em inteligência e processamento de dados, anunciou um aporte de R$ 6,5 milhões, em uma rodada seed, liderada pela Iporanga Ventures e com participação da Parallax Ventures. O dinheiro será investido em melhorias tecnológicas e na ampliação da equipe, visando a triplicar a base de clientes até o final de 2021.

Com menos de um ano no mercado e focada no B2B, a startup já processou mais de 100 milhões de transações, tem mais de 20 conexões de instituições financeiras e não financeiras, incluindo aplicativos de economia compartilhada e corretoras, e consegue classificar transações com mais de 95% de precisão.

Entre os clientes da fintech estão: Bom Pra Crédito, Simplic, Supersim, Zippi, Gorila, Alleinvest, Eurico, Elasbank, Portocred, Easycredito e Emprex.

“Entendemos que tínhamos uma grande oportunidade. A Klavi é hoje a única plataforma capaz de extrair dados transacionais de diversas bases de forma escalável e prover os clientes com reais insights para tomada de decisão e pricing de produtos”, diz Leonardo Teixeira, sócio da Iporanga Ventures.

A partir dos dados fornecidos pela Klavi, é possível desenhar um perfil mais assertivo do consumidor, conhecendo seus hábitos de consumo, renda, gastos, movimentações financeiras. Com essas informações, fica mais fácil estipular valores, parcelas e taxas de juros mais adequados. “Empresas podem aproveitar nosso know-how em inteligência de dados do Open Banking ou facilitar a agregação de contas de seus usuários”, afirma Bruno Chan, CEO da Klavi.

Deixe uma resposta