A plataforma de brand journalism da Ovo Comunicação

Contrate-nos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Vitreo lança 1º fundo de investimentos em crédito de carbono do Brasil

Em sintonia com o conceito ESG, produto é voltado para todos os perfis de investidores e conta com aplicação mínima de R$ 1 mil

fundo de carbono ESG da Vitreo

A Vitreo lança nesta terça-feira (27) o primeiro fundo de investimentos do mercado brasileiro que investe em crédito de carbono. O Vitreo Carbono FIM, voltado para todos os perfis de investidores, já está disponível na plataforma do grupo com aplicação mínima de R$ 1 mil.

O produto aposta no potencial do setor, uma vez que em diversos países a legislação determina que grandes empresas compensem suas emissões de carbono na atmosfera.

O fundo tem taxa de administração de 0,9% e taxa de performance de 10% sobre o que exceder o retorno de 5% em euro ao ano. Os gestores adotaram a moeda europeia como benchmark, já que o Vitreo Carbono FIM investe em ativos do mercado futuro no continente, negociados em euro.

“O investimento nessa classe é uma tendência mundial, incentivada tanto pela revisão regulatória, que começa a tomar força em todo o mundo, como pela tomada de consciência das corporações, consumidores e agentes políticos”, explica George Wachsmann, o Jojo, sócio e chefe de gestão da Vitreo.

O lançamento é o terceiro da prateleira da casa de investimentos voltado para o mercado ESG (sigla em inglês para definir companhias e produtos que levam em conta fatores ambientais, sociais e de governança) – os outros dois são o FoF ESG Carbono Neutro e o Vitreo Franklin W-ESG FIA BDR Nível I, desde o ano passado no portfólio da gestora.

“Essa preocupação também é uma missão nossa. No mês passado, zeramos a emissão da Vitreo e da Empiricus para todo o ano de 2020”, diz Jojo.

Clientes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Clientes