Fintech Olivia lança sua plataforma gratuita de open banking

Lucas Moraes, cofundador da startup Olivia AI, Inc.

Um ano após lançar oficialmente a assistente financeira Olivia no Brasil, a empresa de dados financeiros e inteligência artificial Olivia AI, Inc. anuncia sua segunda solução ao mercado: o Bob (Brazil Open Banking), sua plataforma B2B de open banking. 

O Bob pode ser usado por qualquer empresa para a qual seja importante conhecer a jornada financeira de seus clientes —de outras fintechs a varejistas. A plataforma oferece um portfólio completo de serviços: além de agregar contas de diferentes instituições financeiras, padroniza, classifica e traz insights sobre esses dados. 

Nos próximos meses, a Olivia disponibilizará o serviço de agregação de contas do Bob de forma gratuita para empresas, permitindo inicialmente a conexão de até 10 mil contas no primeiro ano de uso do Bob. Oferecer esse serviço sem custo faz parte da estratégia da Olivia de ajudar a democratizar o open banking no país —a startup é a primeira empresa brasileira a disponibilizar essa ferramenta gratuitamente ao mercado, permitindo que mais pessoas possam ter acesso aos benefícios do open banking. 

Para empresas que necessitam de mais contas conectadas, de suporte, ou de serviços para além da agregação de contas, o uso do Bob poderá ser feito mediante uma assinatura. 

“O open banking é, sem dúvida, a maior transformação recente do mercado financeiro. Com nossa experiência em países onde ele já é realidade, vimos que coletar e agregar os dados não basta. Tínhamos a oportunidade de transformá-los em inteligência e aplicá-la diretamente na cadeia de negócios. Por isso, nossa estratégia é fornecer a agregação dos dados de forma gratuita e gerar valor a partir dos dados com inteligência”, diz Lucas Moraes, cofundador da Olivia. 

Dentre os diferenciais do Bob estão a quantidade de conexões financeiras que possui —já são mais de 20 bancos, contas digitais, corretoras e cartões de benefícios—; a qualidade com que trata e interpreta as informações; e a profundidade dos insights gerados, que pegam emprestado a tecnologia da assistente financeira Olivia para trazer ao cliente final das empresas as melhores experiências e recomendações personalizadas de como gastar melhor.  

“O Bob vem sendo gestado desde 2017, quando começamos a conectar contas no app da Olivia nos Estados Unidos. Desde então, somos clientes da nossa própria solução, o que a deixou muito mais avançada do que se tivéssemos esperado a finalização da regulamentação do open banking no Brasil”, destaca Luciano Rolim, sócio e responsável por Business Development da empresa. 

Rolim ressalta que o Bob não vende nenhum dado de usuários e segue toda a regulamentação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), do Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR), lei da União Europeia, e também do Ato de Privacidade do Consumidor da Califórnia (CCPA), nos Estados Unidos. Os dados somente serão compartilhados com instituições com o consentimento prévio de cada pessoa, se entender que poderá ter algum benefício ao dividir suas informações. 

Nenhum pensamento

Deixe uma resposta