A plataforma de brand journalism da Ovo Comunicação

Contrate-nos

A pedra fundamental da Vitreo

O que era bom agora ficou ainda melhor. Vou te contar tudo que a Nova SuperPrevidência tem agora

Na terça-feira passada (14), comemorei mais um ano de vida. Depois, tivemos o feriado e viajei para Israel com minha família para aproveitar alguns dias. Sobre a viagem, tenho muito a contar para vocês, mas, pelo curto tempo – ainda estou voltando para o Brasil –, vou deixar para contar as histórias dessa viagem na próxima semana.

Nesta, quero falar sobre previdência. Não poderia ser diferente. Eu até faria um suspense, mas você já deve ter visto: na última terça-feira, nós lançamos a Nova SuperPrevidência. Apesar do recente lançamento, não quero começar falando sobre ele, afinal, essa história começa há bem mais tempo… precisamente, em 2017, quando a Vitreo ainda nem existia.

Era naquele ano que nascia a SuperPrevidência. Não como um FoF, mas sim como uma carteira composta por 7 planos de previdência que formavam um mix de fundos. Assim que foi lançado, esse mix foi um sucesso. Mais de 15 mil pessoas contrataram os planos pela seguradora, que não aguentou por muito tempo, afinal, era operacionalmente muito difícil investir em 7 fundos ao mesmo tempo.

Mas… em 2018 a Vitreo chegou para mudar o cenário – para melhor.

Em outubro daquele ano, nascia a Vitreo Gestora com o objetivo de mudar a relação que as pessoas tinham com seus investimentos e oferecer os produtos mais disruptivos do mercado.

Com as dificuldades para se investir em 7 fundos ao mesmo tempo, surgiu a ideia do primeiro FoF SuperPrevidência. O objetivo sempre foi o mesmo: te dar acesso a um plano de previdência com o que há de melhor na indústria de fundos. E digo “há”, no presente, porque esse continua sendo nosso objetivo.

Esse novo FoF começou muito mais robusto, recebendo a portabilidade de grande parte dos clientes que antes acompanhavam o mix de fundos. A carteira da SuperPrevidência era uma evolução natural do mix de fundos, dada a maior liberdade que poderíamos ter na nova estrutura.

A base do nosso produto foi – e ainda é – a assinatura Os Melhores Fundos de Investimento, da Empiricus. As análises feitas pela equipe que reúne grandes analistas e editores, resultam em uma carteira diversificada que busca o mais alto padrão de alocação.

O primeiro fundo fez tanto sucesso que logo chegou ao primeiro bilhão e fechou para novos aportes. Não conseguimos reabrir para captação, mas não poderíamos deixar nossos clientes sem acesso a um produto de tão alto nível, então criamos o FoF SuperPrevidência 2.

O lançamento aconteceu em julho de 2019. As mudanças em relação à primeira SuperPrevidência não eram muitas. Saíram alguns fundos que não tinham mais capacity e entraram outros dois para compor a carteira. Continuamos denominando o fundo como a previdência definitiva para sua aposentadoria.

Esse novo FoF continuou cumprindo seu objetivo, diversificando em várias classes de ativos como Renda Fixa, Juros, Câmbio, Ações, Investimentos no Exterior e entregando os resultados esperados, acima da média do que víamos no mercado.

Foi no ano seguinte ao lançamento deste segundo FoF que surgiu o “insight” para criação da Nova SuperPrevidência. Em 2020, a Susep começou a evoluir as regras que regem os fundos de previdência. Com isso, diversos fundos do mercado começaram a abrir aderindo às novas regras.

E, se a gente poderia ter mais liberdade, por que não aproveitá-la? Foi isso que fizemos e foi assim que surgiu a Nova SuperPrevidência. Importante mencionar que, por regulamento, para transformar a SuperPrevidência 2 na Nova SuperPrevidência, teríamos que obter a autorização de 100% dos cotistas, o que seria humanamente impossível. Por isso, decidimos lançar um novo fundo. Como concluiu Darwin: “não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças”.

Fato é que, além de nos adaptarmos à essas mudanças – que nos permitiram uma alocação muito mais flexível – conseguimos entregar um produto de qualidade muito acima do que existe no mercado. Um produto que possui o mais alto nível de diversificação, a melhor alocação do Brasil e a mais sofisticada estratégia.

A sensação que tenho agora, é um misto de felicidade e dever cumprido.

Como já bem intitulamos: o que era bom agora ficou ainda melhor. Vou te contar tudo que a Nova SuperPrevidência tem agora.

A começar pela exposição internacional: agora a carteira possui o dobro de exposição ao exterior. 10% da alocação está no FoF Melhores Fundos Global, a principal carteira global da série Os Melhores Fundos de Investimento que inclusive é um fundo que está disponível em nossa prateleira, mas é acessível apenas para investidores qualificados.

Além da mudança na parcela global da carteira, foram inseridos fundos completamente inéditos em portfólios de previdência, como a entrada do puro sangue small caps da Trígono, um fundo exclusivo de previdência criado pela gestora exclusivamente para nosso FoF. Só tem na Vitreo.

Na Nova SuperPrevidência, conseguimos reunir alguns dos melhores gestores do Brasil, como SPX, Verde, Kapitalo, Bogari e Brasil Capital, em suas mais novas versões de previdência, atendendo às novas regras.

A diversificação vai muito além: agora também temos fundo que investe em crédito estruturado e até em estratégia long e short. Todas essas mudanças feitas fazem essa carteira de previdência ser, conceitualmente, a mais completa do Brasil disponível para público geral.

Em cinco anos, essa foi a história da SuperPrevidência. Uma longa evolução que resultou na Nova SuperPrevidência. Um produto que se confunde com a história da Vitreo.

E para te presentear, quero te dar acesso ao relatório de estreia da Nova SuperPrevidência, da série Os Melhores Fundos de Investimento, para você conferir com mais detalhes a alocação completa da carteira. Espero que goste!