A plataforma de brand journalism da Ovo Comunicação

Contrate-nos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Brasil recicla quase 99% do total de latinhas consumidas em 2021

Com 33 bilhões de latas recicladas em 2021, Brasil bate recorde e se mantém no ranking de países que mais reciclam esse tipo de embalagem

O consumo de bebidas em latas de alumínio no Brasil — a embalagem mais sustentável do planeta — cresce a cada ano e o seu índice de reciclagem vêm acompanhando esse crescimento.

Segundo dados divulgados nesta quarta-feira (13) pela Recicla Latas, entidade criada pelos fabricantes e recicladores de latinhas para aperfeiçoar o sistema de reciclagem das latinhas no Brasil, o índice de reciclagem em 2021 atingiu a marca inédita de 98,7%.

Em 2021, foram recicladas 415,5 mil toneladas ou 33 bilhões de unidades de um total de 33,4 bilhões de latinhas consumidas. Os dados revelam aumento na comparação com o período anterior, uma vez que, em 2020, o índice de obtido foi de 97,4%, com 391,5 mil toneladas de latas recicladas ou 31 bilhões de unidades.

“O Brasil consumiu e reciclou mais de 33 bilhões de latinhas em 2021, com índice próximo a 99%. Recorde na taxa e no volume recuperado, o que demonstra, mais uma vez, que a latinha é a embalagem para bebidas mais sustentável”, comemora Cátilo Cândido, presidente executivo da Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio (Abralatas).

O setor tem mantido o patamar de reciclagem acima de 95% nos últimos 10 anos, evitando a emissão de 16 milhões de toneladas de gases de efeito estufa e economizando o consumo de energia elétrica em 70% ao longo de todo ciclo de vida da lata, o suficiente para abastecer por um ano todas as casas de um estado como Goiás. Além disso, o sistema de reciclagem brasileiro gera renda para mais de 800 mil catadores de materiais recicláveis, profissionais fundamentais nas soluções de coleta seletiva, triagem e destinação adequada de resíduos sólidos no Brasil.

Para o presidente da Abralatas, com os resultados obtidos em 2021, o Brasil se consolida como referência mundial de economia circular, porque consegue demonstrar o potencial de renovação infinita da embalagem. “Estamos entre os três países que mais produz latas de alumínio para bebidas, e em 1º lugar entre os que mais reciclam”, comenta. “Acreditamos que essa é uma vitória de todos os envolvidos no bem sucedido sistema de reciclagem brasileiro, no qual fabricantes e recicladoras são parte fundamental do processo”, afirma.

Clientes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Clientes