A plataforma de brand journalism da Ovo Comunicação

Contrate-nos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Quando os filhos voam

Concluímos a venda da Vitreo para o BTG Pactual, e como mãe coruja, já sinto a síndrome do ninho vazio

Dizem que a gente coloca filhos pro mundo. Mas que, quando voam, sentimos um aperto.

Nessa madrugada, concluímos a venda da Vitreo para o BTG Pactual, maior banco de investimentos da América Latina. Fechamos um ciclo que foi muito rápido e igualmente intenso.

Bom demais ver essa filha voar. Mas, agora entendo o aperto.

Lembro até hoje do dia em que liguei para o Patrick O’Grady para convidar para um jantar. “Imagina a gente juntos novamente em um projeto assim?”.

Pois é. Dizem que temos que tomar cuidado com os nossos sonhos.

A Vitreo foi pra mim uma enxurrada de aprendizados. Experimentei empreender de verdade. Com todos seus desafios, angústias e oportunidades.

Crescemos muito rápido, evoluímos em um piscar de olhos, erramos muito e conseguimos usar cada erro como oportunidade de aprender.

Criamos um time coeso, unido e comprado no nosso sonho tanto quanto nós. Foi na Vitreo que aprendi genuinamente que o diferencial de uma empresa são suas pessoas. E que esse deve ser o nosso foco como líderes.

ilana bobrow

Na Vitreo experimentei a liderança. Montei times do zero, sem um script. Arregaçar as mangas, aprender e fazer. Se munindo de gente boa. Time é tudo.

Mas a Vitreo foi mais do que uma linda jornada empreendedora pra mim. Na Vitreo, reencontrei comigo mesma.

Após anos dedicada à maternidade, redescobri um prazer que é muito importante para a Ilana. O prazer de produzir, trabalhar, se desafiar. Ir além das mamadas, fraldas e desafios de educar.

Foram apenas três anos de operação. E quatro desde que começamos a nos estruturar. Anos intensos e transformadores. Fomos do zero aos mais de R$13 bi. De 12 para mais 200 funcionários. Mudamos de escritório algumas vezes, passamos por coworkings e até pela casa do Jojo. Foram lançamentos, bugs, descobertas, sucessos, brigas, comemorações… Fui de 1 para 3 filhos. Quem tem, sabe do tamanho da transformação que estou falando.

A Vitreo foi um recomeço. Uma jornada incrível. Uma história linda, embora rápida demais.

Se ficou um aprendizado? Não importa o que a gente faz mas com quem a gente faz.

Obrigada aos meus sócios, meus times, a todos vidrados e, especialmente a todos os nossos clientes que nos motivaram diariamente a perseguir o propósito de mudar a relação dos brasileiros com seus investimentos.

Ainda temos muito a fazer nesse sentido no mercado brasileiro e estou já animada de pensar no próximo desafio.

Até breve!

Clientes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Clientes