A plataforma de brand journalism da Ovo Comunicação

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Insurtech Azos lança canal corretor com soluções inovadoras e condições flexíveis

Sem necessidade de exames médicos e laboratoriais, ferramenta 100% digital garante apólices em até um dia útil, facilita o trabalho de corretores e o acesso de clientes

Depois de sacudir o mercado brasileiro de seguros, com o pioneirismo de oferecer apólices a partir de R$ 5, cuja cobertura pode ser contratada de forma digital em menos de 24h horas, a insurtech Azos anuncia neste mês o lançamento do seu canal corretor. A empresa de tecnologia se baseou na busca por soluções inovadoras e em condições flexíveis, virtudes que já tinham fomentado a criação e o desenvolvimento de seus produtos de vida, doenças graves e invalidez, para colocar em operação o novo serviço.

O canal da Azos tem como grande diferencial a garantia de maior agilidade, simplicidade e autonomia aos corretores e clientes. Com o uso de tecnologia avançada, o corretor poderá alterar formas de pagamento, beneficiários e dados cadastrais de maneira 100% digital, sem qualquer tipo de burocracia, como ocorre geralmente com muitas seguradoras que exigem o preenchimento de papéis e formulários, tudo com foco na experiência do cliente. Mesmo antes de lançar o canal, a Azos já possui 250 corretores na lista de espera.

“Na contramão de muitas empresas, que de modo disruptivo usaram a tecnologia para eliminar intermediários, disponibilizamos nossa moderna infraestrutura justamente à serviço dos corretores. Acreditamos que, com as ferramentas adequadas, nossos parceiros terão as melhores condições para exercerem o seu trabalho e cumprirem com sua função social”, diz Bernardo Ribeiro, CMO e sócio fundador da Azos.

Os corretores também poderão vender os produtos sem necessidade de inúmeros relatórios médicos que desestimulam a contratação e frustram a experiência dos clientes. A Azos consegue precificar o seguro de um cliente que, por exemplo, tem hipertensão ou diabetes, sem obrigá-lo a realizar exames diversos e, não raro, desnecessários. Em outra frente, a insurtech oferecerá conteúdos exclusivos e treinamentos constantes aos corretores que eventualmente estão com dificuldades em vender ou para aqueles que querem aprimorar técnicas e ampliar as margens.

“Estamos revolucionando a experiência de contratação de apólices. Assim como as maiores insurtechs de vida dos Estados Unidos, queremos ter um canal corretor forte e atrativo para os nossos parceiros. Com as nossas ferramentas, eles terão apenas que se preocupar em vender. Assim, não precisarão perder tempo com burocracias que consomem tempo e energia”, afirma Mateus Nicolau, diretor de parcerias da Azos, e responsável pelo desenvolvimento do canal corretor da insurtech.”

O executivo conta que o novo serviço foi esboçado com o apoio de corretores que são referências no mercado de seguros. O próprio Nicolau acumulou em sua história o conhecimento dos dois lados da moeda, o que, afirma, foi determinante para sua carreira. Em 2009, quando tinha apenas 21 anos, seu pai, um empresário autônomo, sofreu uma doença e, desde então, passou a viver com um salário-mínimo.

Em 2014, já como corretor, indenizou um dos seus amigos que sofreu um acidente de carro e teve um braço amputado depois de apenas 3 meses da contratação do seguro. “Naquele momento, compreendi de fato o papel do corretor de seguros na sociedade e que eu poderia fazer pelas pessoas aquilo que ninguém fez pelo meu pai”, ressalta Nicolau.

Em operação desde abril, após receber um aporte de R$ 13 milhões da Maya, Kaszek e Propel, a insurtech já ultrapassou mais de de 2 bilhões em capital segurado e está presente, atualmente, nas cinco regiões do país, sendo 24 Estados, além do Distrito Federal. Em outra iniciativa rara no mercado, os seguros de vida, invalidez por acidente ou doenças graves podem ser contratadas de modo totalmente independente. As apólices podem ser adquiridas com preços acessíveis, a partir de R$ 5.

No produto de vida ou invalidez por acidente, a cobertura varia entre R$ 20 mil a R$ 2 milhões. A Azos paga 100% do capital segurado se o contratante perder o uso de um membro do corpo, como uma mão, um pé e, até mesmo, o dedo polegar (com metacarpo). Já o seguro de doenças graves, cuja cobertura é de até R$ 500 mil, paga o segurado em vários diagnósticos de câncer, infarto, AVC e outras doenças graves. Os preços variam com as condições de saúde e idade das pessoas.

Clientes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Clientes