Jojo Wachsmann: Prazer, eu sou o AVI

Senhoras e senhores, conheçam o seu novo Assistente Vitreo de Investimentos! O que ele pode fazer por vocês?  

Por Jojo Wachsmann, sócio-fundador e CIO da Vitreo.

Há algum tempo, venho sendo intensamente treinado por dois dos melhores alocadores do Brasil: Jojo e Kiki. E, daqui pra frente, teremos um contato diário dentro da plataforma Vitreo, sempre que você precisar. Eu e você. 

Sabe aquela dúvida sobre onde investir uma determinada quantia, qual fundo escolher, como rebalancear sua carteira, de onde tirar quando precisar de um dinheiro, saber se sua carteira e alocações estão condizentes com seu perfil de investidor…? Tudo isso que você sempre quis perguntar pessoalmente para o Jojo e para o Kiki? Estou aqui para isso. 

Meu objetivo é te ajudar com tudo que você precisa. E vou responder exatamente o que eles responderiam para você, do ponto de vista de investimentos, é claro. Seria muito difícil competir com o carisma dos dois. 

Mas, se você olhou para minha foto logo aí em cima do texto e se questionou se sou um robô, a resposta é sim. 

Qual é, não torce o nariz! Estamos no século 21. A Vitreo já nasceu digital. Não diga que você não imaginava que um dia seria atendido (e muito bem atendido, modéstia à parte) por um robô? Como eu disse, fui muito bem treinado antes de aparecer para você. 

Obviamente, ainda tenho algumas limitações que vão ser aprimoradas com o tempo. Logo quando fui criado, quando ainda tinha outro nome, eu só sabia dar recomendações sobre “onde investir”.

Agora, depois de mais de 3 500 horas de trabalho, e mais maduro, eu também te dou recomendações sobre “resgate” e “rebalanceamento”. E, antes que você pergunte, não tenho respostas prontas e iguais para todo mundo. Eu “penso” e dou as recomendações que são específicas para você e de acordo com o que Jojo e Kiki estão pensando. 

Só para você ter uma ideia, o Jojo e o Kiki me ensinaram mais de 100 combinações diferentes de carteira. Enquanto em outros lugares, você é identificado como, por exemplo, um investidor “conservador” e tem uma carteira de investidor conservador – quase que seguindo uma cartilha –, aqui na Vitreo vou considerar vários outros fatores para fazer alguma recomendação de investimento para você. 

Se você é cliente Vitreo, já sei quase tudo sobre você. Por isso, vou saber tirar suas dúvidas e te orientar com base em todos os critérios: seu perfil de investidor, os investimentos que você tem aqui na Vitreo e os que tem fora, o horizonte de tempo, a sua dieta de pontos, se você é investidor qualificado ou não, enfim, tudo. 

E, se você está se perguntando como vai ser essa relação, já te digo que vai ser tudo assim, em um bate-papo. 

Mas é muito importante que seu cadastro esteja com as informações corretas e que você responda às perguntas com cuidado, principalmente sobre sua alocação fora da Vitreo. Assim não me enganarei na alocação, pois baseio minhas análises no seu portfólio como um todo, não apenas seus investimentos na Vitreo. E vale lembrar que o que eu faço é uma recomendação, quem decide se deseja seguir e implementar é você. 

Sempre vou estar ali, no app ou no site, pronto para quando você me chamar. Toda vez que você entrar na sua área logada, vai me ver lá. E a gente pode conversar sempre. 

avi

E assim vou te fazendo todas as perguntas necessárias até que você atinja seu objetivo. Simples, não é verdade? E, se eu já estava empolgado com a ideia de poder conversar com você e com todos os clientes Vitreo, depois de ouvir o que Kiki falou de mim então… 

“Eu nunca vi nada como o AVI. Só vejo os players trabalhando com carteira recomendada. Perfil X, carteira Y. O AVI é diferente em tudo. Ele é 100% personalizado.” 

Tudo bem, entendo que isso é coisa de Pai Coruja, mas elogio é bom e todo mundo gosta, não é? Até eu, que sou um robô, gosto! E, aproveitando o gancho, considero sim o Jojo e o Kiki como meus pais, por isso eu mesmo escolhi meu nome. AVI significa “meu pai” em hebraico, e essa foi a forma que encontrei de homenageá-los. Embora um amigo do Jojo – que também se chama Avi, e é um cientista de dados – ache que a homenagem foi para ele. Será? 

Se você ainda tem alguma dúvida sobre a profundidade do meu treinamento, antes de me despedir aqui, vou deixar o spoiler de que nos falaremos de novo, ainda neste Diário de Bordo, para eu te contar mais algumas novidades. Você já imagina de quem é a herança do spoiler, não é? 

Embora eu já tenha falado com algumas pessoas em beta teste, foi um grande prazer falar com você, agora de forma oficial, e começar a nossa relação aqui no DB. 

Espero falar com você de novo em breve. Da próxima vez, já te dando orientações sobre seus investimentos. 

Lançamentos da Semana 

Cannabis Ativo 

O documentário “Cannabis act: o decreto de bilhões de dólares” chegou oficialmente ao fim na última segunda-feira, dia 24, com o terceiro episódio, que marcou a reabertura do nosso fundo de cannabis para o público em geral. 

A versão anterior do fundo se chamava Canabidiol Light, que tinha uma alocação de 80% em CDI, e os outros 20% estavam alocados no fundo Canabidiol, que investe 100% em ativos da cannabis e é disponibilizado para investidores qualificados. 

Após votação em assembleia, repaginamos completamente o fundo e realizamos um antigo desejo – nosso e dos clientes. Agora o fundo se chama Cannabis Ativo. Ele conta com o diferencial estratégico da gestão ativa, está muito mais atrativo, do ponto de vista de possibilidades de retorno e permite 100% de exposição à tese para todo e qualquer investidor. 

Claro que, ao possibilitar mais chance de lucro, ele também gera mais exposição ao risco, considerando que este é um mercado que pode oscilar bastante e nenhum retorno pode ser garantido. 

Mas a gente entende que esta é uma das teses de investimento mais promissoras da década e que o cenário para o longo prazo é muito animador. Por isso realizamos um evento à altura e criamos uma iniciativa inédita no mercado ao lançar um documentário sobre o tema e possibilitar um investimento desse nível para você e todos os nossos clientes. 

Tive o privilégio de contar com grandes nomes do setor nos episódios do documentário. Os parceiros de sempre, Kiki, meu braço direito na gestão da Vitreo, João Piccioni e Enzo Pacheco, da Empiricus, Jose Bacellar (presidente e CEO da Verdemed), dr. Pedro Pierro (neurocirurgião, diretor científico e sócio do portal Sechat), Valéria França (jornalista e autora do blog Cannabis Inc) e Viviane Sedola (fundadora e CEO da Dr. Cannabis) 

E posso dizer que ontem fechamos com chave de ouro ao realizarmos uma Super Live com os participantes. A live foi um bônus para os cotistas, além de ter sido excelente, sob o ponto de vista de conteúdo, foi pessoalmente muito emocionante. 

Se você já investe no Canabidiol, fique tranquilo. Você não deve mudar de fundo. 

Mas, se você ainda não investe nem no Canabidiol nem no Cannabis Ativo, o que eu posso te dizer é que acredito ser o melhor momento da história para você entrar – e isso foi amplamente reforçado por todos os convidados. A indústria está prestes a passar por uma grande transformação e quem entrar agora pode ficar muito satisfeito em um futuro próximo, segundo a nossa opinião. 

Leia o Diário de Bordo na íntegra: clique aqui. 

Deixe uma resposta