A plataforma de brand journalism da Ovo Comunicação

Contrate-nos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

América Latina, aqui vamos nós, da StartSe!

Plataforma de conhecimento em negócios da nova economia expande seus domínios para inserir cada vez mais executivos e empreendedores no admirável mundo da inovação

Plataforma de conhecimento em negócios da nova economia expande seus domínios para inserir cada vez mais executivos e empreendedores no admirável mundo da inovação

Junior Borneli, fundador e CEO da StartSe.

A tecnologia foi decisiva para que a roda da educação continuasse a girar durante a pandemia do coronavírus. Com o isolamento social, os cursos on-line ganharam público, sendo fonte importante ou única da receita de companhias do setor.

A StartSe, voltada à formação e ao aprimoramento de executivos e empreendedores, soube se adaptar aos novos tempos. Se antes as experiências presenciais eram majoritárias em seu cardápio de serviços, com o confinamento a empresa passou a focar no ambiente virtual — na plataforma de conhecimento app.startse.com, um oásis de inovação.

É entrar nela e se ver diante de um ecossistema rico e bem organizado, baseado em inteligência artificial: são centenas de artigos, lives, podcasts, aulas, cursos e eventos à disposição. Quatro milhões de reais foram investidos na construção dessa base de informações.

Com atuação no Brasil, Estados Unidos, Israel, Portugal e China, a StartSe agora expande seus domínios para a América Latina, antecipando um movimento que havia sido programado para o ano que vem.

A empreitada inicial na região é o curso de gestão XBA (Xponential Business Administration), criado em parceria com a escola de negócios portuguesa Nova SBE, referência em educação executiva. Os alunos serão do Chile, Colômbia, Peru e México.

Totalmente virtual e com experts do Vale do Silício na lista de professores, no Brasil o programa foi lançado há seis meses: “Nesse tempo, o XBA atraiu mais de mil pessoas, superando em 70% nossas expectativas iniciais”, diz Junior Borneli, fundador e CEO da StartSe.

Pressionada pelas mudanças do chamado “novo normal”, a empresa se remodelou com sucesso. “Sempre tivemos presença no universo digital, mas a pandemia nos levou a canalizar as energias para ele”, explica. Resultado: a lucratividade deu um salto de 70%.

A julgar pela mensagem institucional no site da Startse (“Somos a plataforma de conhecimento em negócios que simplifica a complexidade que existe no mundo e que traz, de forma rápida, instigante e personalizada, o aprendizado mais atual que existe: o conhecimento do agora”), o salto será ainda maior.

Relacionadas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email